Nós sabemos o quão difícil é encontrar e selecionar as informações sobre reconstrução mamária. Nossa equipe médica especializada está aqui para lhe ajudar a simplificar as suas decisões e responder as suas dúvidas.

Se você não encontrar a resposta para a sua pergunta nesta seção, por favor nos encaminhe uma mensagem pessoalmente e retornaremos o mais breve possível.

 

Por que considerar a reconstrução mamária?

A reconstrução da mama oferece muitos benefícios às pacientes, como:

  • Recuperar a autoestima e restabelecer a feminilidade.
  • Eliminar a necessidade de usar uma prótese externa.
  • Sensação de maior conforto durante o uso ou não de roupas.
  • Atenuar a lembrança dolorosa do tratamento do câncer.
  • Possibilidade de dar um fechamento à sua história de luta contra o câncer de mama.

 

Qual é o melhor método de reconstrução para mim?

Faça para você mesma a seguinte pergunta: como eu gostaria que as minhas mamas ficassem após a reconstrução?

A escolha da técnica de reconstrução depende de muitos fatores, incluindo:

  • Formato do corpo
  • Cirurgias prévias
  • Condição clínica
  • Tratamentos adicionais
  • Preferências pessoais

Durante a sua consulta, o cirurgião deve discutir as opções de reconstrução, assim como os riscos, benefícios e expectativas de cada procedimento. Por isso, é muito importante que a paciente esteja bem informada para que ela possa tomar uma decisão em conjunto com a equipe médica.

 

O que é a microcirurgia reconstrutiva?

A microcirurgia é uma fascinante área da cirurgia plástica. Quando a reconstrução está indicada, pode ser utilizado o próprio tecido do paciente para reconstituir uma estrutura perdida. Nesta situação, a microcirurgia torna possível a transferência de tecidos de uma região específica do paciente para outra mais distante. Com o auxílio do microscópio, é restabelecida a circulação de vasos sanguíneos de aproximadamente 1 mm de diâmetro no tecido que foi transferido. Uma das melhores aplicações da microcirurgia é na reconstrução mamária, permitindo que pacientes possam ter a mama reconstruída com o seu próprio tecido a fim de se obterem resultados mais naturais e estáveis a longo prazo.

 

Quais os benefícios da reconstrução mamária usando o próprio tecido?

  • Possibilidade de resultados permanentes
  • Forma e consistência natural da mama
  • Não há necessidade de implantes
  • Preserva os músculos abdominais quando executada usando microcirurgia
  • Maior facilidade em simetrizar com a mama contralateral
  • Melhora do contorno corporal com a abdominoplastia

 

Por que a reconstrução microcirúrgica da mama é pouco utilizada?

Por ser um procedimento complexo, é necessário treinamento diferenciado e material cirúrgico especial. A técnica exige refinamento e a curva de aprendizado é longa. Assim, a maioria dos cirurgiões plásticos não despertam interesse por esta técnica e preferem se deslocar para áreas supostamente mais rentáveis dentro da especialidade. Estes são alguns dos motivos que tornam a reconstrução com implantes muito mais indicada que os retalhos. Além disso, a quantidade de informação disponível para profissionais e pacientes é limitada. Na maioria das vezes, esta opção nem sequer é informada às pacientes.

 

O que perguntar ao cirurgião plástico?

Procure ficar bem informada sobre os procedimentos. Anotar as suas dúvidas pode ser útil. Ir à consulta com um acompanhante pode lhe ajudar a lembrar o que foi discutido, além de oferecer um suporte adicional.

Algumas questões que você pode perguntar ao seu cirurgião:

  • Quais os tipos de reconstrução oferecidas pela sua equipe?
  • Qual a melhor reconstrução para mim e por quê?
  • Quais os benefícios e riscos de cada procedimento?
  • Que expectativas posso ter em relação aos resultados de cada opção?
  • Qual será a conduta em relação à mama contralateral?
  • Qual a duração do procedimento e quanto tempo ficarei internada?
  • Quando poderei praticar exercícios e retornar às minhas atividades normais como trabalhar e dirigir?
  • Posso entrar em contato com outras pacientes que foram submetidas ao mesmo tipo de procedimento?
  • A reconstrução pode interferir na quimioterapia e radioterapia?
  • Qual a duração do implante mamário?

 

Quais as etapas do processo de reconstrução mamária?

O tempo necessário para se finalizar uma reconstrução varia entre as pacientes. Depende basicamente do número de cirurgias e a necessidade de outros tratamentos como quimioterapia e radioterapia. Em geral, seguimos os seguintes passos:

  1. Cirurgia para recriar o cone mamário, preocupando-se com o volume e o formato da mama. Aguardam-se aproximadamente 3 meses para o próximo procedimento.
  2. Cirurgia para simetrizar a mama reconstruída com a mama contralateral e realizar pequenos refinamentos. Aguardam-se aproximadamente 3 meses para o próximo procedimento.
  3. Cirurgia para reconstruir a papila e a aréola.

 

Quais os efeitos da quimioterapia na reconstrução mamária?

Pacientes em vigência de quimioterapia devem aguardar o término para se submeterem à reconstrução da mama. Porém, a consulta com o cirurgião plástico pode ocorrer em qualquer momento durante o tratamento para que a paciente fique informada sobre as opções de reconstrução.

 

Quais os efeitos da radioterapia na reconstrução mamária?

A radioterapia pode danificar o tecido reconstruído e afetar o resultado final.Devido ao aumento nos riscos de complicações (como infecção, contratura capsular, extrusão do implante e resultado estético desfavorável) a reconstrução somente com implantes não é recomendada. Nesses casos, utilizar o tecido da própria paciente pode ser a melhor alternativa.